Topógrafo Medmont E300: um diagnóstico verdadeiramente preciso

Voltar para Blog

Compartilhar

Categoria: Blog

O topógrafo Medmont E300 é um instrumento de medição altamente preciso para o mapeamento de toda a superfície da córnea.

De volta ao mercado brasileiro e fornecido exclusivamente pela Optivision, o E300 construiu uma reputação como o topógrafo PADRÃO no mercado global, comparado a outros modelos para adaptação de lentes de contato especiais.

Uma vez que a córnea responde por cerca de 70% do poder de refração do olho, a alta performance de um topógrafo é indispensável na avaliação e diagnóstico preciso de diversas condições oculares, bem como em pré-operatórios de algumas cirurgias.

Veja, então, porque o Medmont E300 se tornou um instrumento indispensável nos consultórios oftalmológicos da África, Ásia, Austrália, Europa, Índia, América do Norte e América do Sul.

Maior área de amostragem de dados e a melhor repetibilidade

Também conhecida como ceratografia computadorizada, a topografia corneana examina o relevo e curvatura da córnea em toda a sua superfície.

Rápido, o procedimento não costumava levar mais que 5 minutos e os resultados são praticamente instantâneos.

Para fornecer um diagnóstico verdadeiramente preciso, é indispensável o uso de um equipamento de qualidade em relação a área de amostragem e repetibilidade.

Com seu design de disco de plácido de cone pequeno, o E300 não é como os demais sistemas de disco plácido de cone grande que, por sua vez, são propensos a perda de dados que levam a uma interpretação especulativa.

Consequentemente, os riscos de um diagnóstico equivocado se tornam elevados, o que poderá afetar a saúde do paciente e, ao mesmo tempo, a credibilidade do oftalmologista.

Quando usar o Medmont E300

Por mais de vinte anos, o Medmont E300 tornou-se reconhecido globalmente como O PADRÃO em topografia de córnea, conferindo aos médicos um desempenho de precisão adequado para o uso diário na prática clínica.

Uma vez que o equipamento mede e mapeia a superfície da córnea em três dimensões e representa os resultados em várias quantidades e formas de saída, o exame é indicado para o diagnóstico e avaliação da eficácia dos tratamentos no ceratocone (PRK), entre outras distrofias da córnea.

Além disso, as aplicações clínicas englobam o fornecimento de dados medidos da córnea para adaptação de lentes de contato, cirurgia refrativa (LASIK), ortoceratologia e avaliação geral da superfície da córnea.

Principais recursos do E300

  • Captura de imagem rápida e precisa, auxiliada por computador;
  • Desempenho superior por meio de análise de imagem avançada;
  • Resolução precisa em uma grande área de cobertura;
  • Banco de dados de pacientes de alta capacidade com acesso imediato aos resultados armazenados;
  • Expande a cobertura com a função de “olho composto”;
  • Análise da qualidade da superfície do filme lacrimal (imagem estática e vídeo).

Versatilidade na topografia

O mapa da córnea pode ser representado em coordenadas de superfície bidimensionais (cartesiano ou polar) com a terceira dimensão expressa em curvatura (mm), potência óptica (dioptrias), elevação (mm) ou altura da córnea (mm).

Versátil, essa representação pode ser exibida como um mapa de cores 2D ou até mesmo uma perspectiva 3D, conforme as diferentes definições de curvatura ou elevação, que podem se dividir em:

  • Curvatura axial e potência;
  • Curvatura tangencial e potência,;
  • Potência refrativa;
  • Elevação;
  • Altura da córnea;
  • Fator de forma;
  • Raio de melhor ajuste.

Vantagens do Medmont E300

Sucesso no primeiro ajuste

A alta performance do E300 começa no design de cone compacto discreto, 32 anéis e com 9600 pontos de medição.

Essa composição fornece dados topográficos detalhados em uma ampla área da córnea humana, uma vez que a cobertura se estende de um mínimo diâmetro do anel de 0,25 mm até 14 mm, função adequada para detalhes avaliação de patologias da córnea e detalhada encaixe de lentes de contato.

Assim, o equipamento permite o sucesso no primeiro ajuste, reduzindo o tempo dos exames, bem como a fila de espera dos pacientes.

Naturalmente, a satisfação de um diagnóstico preciso – e de um tratamento eficaz – também refletem na credibilidade do oftalmologista.

Software intuitivo

Investir em um bom equipamento para o seu consultório oftalmológico significa que o retorno precisa exceder o que foi gasto no processo.

Em relação ao tempo dedicado para aperfeiçoamento da técnica, isso não vai demorar a acontecer, já que o Medmont E300 foi projetado para ser fácil de manusear.

Simples em sua execução e completo em seus benefícios clínicos, o topógrafo conta com um software intuitivo Medmont Studio, e os mapas topográficos são capturados automaticamente, em questão de segundos, com a garantia de qualidade.

Há, inclusive, uma função automática de análise avançada que corrige desfocados das imagens capturadas, e corrige erros devido ao desalinhamento.

Excelência em olho seco não invasivo

Um estudo conduzido pela Universidade de Melbourne concluiu que a análise de olho seco pelo E300 é repetível, mais sensível e específica do que a fluoresceína, além de promover uma medida não invasiva de ruptura lacrimal.

Já que as imagens são capturadas automaticamente com um simples sistema de alinhamento e armazenamento progressivo das quatro melhores imagens por tela, pacientes mais sensíveis ao exame sentem menos incômodo, o que melhora a experiência e relação entre médico/paciente.

Lentes de contato

Um expansível banco de dados de design de lentes padrão está incluído no equipamento. Outras funções adequadas ao Medmont E300 são o ajuste manual e reposicionamento da lente.

Nesse sentido, os resultados são exibidos em uma simulação de fluoresceína display e um gráfico de eliminação do filme lacrimal.

Vale destacar que o pacote de adaptação das lentes de contato está totalmente integrado com o resto do software desse topógrafo que ainda suporta a adaptação de lentes e esclerais multicurvas, tóricas e personalizadas.

Quando usar o Medmont E300?

Em geral, o Medmont E300 deve ser usado para:

  • Avaliar se um paciente é eletivo a cirurgias refrativas a laser;
  • Validar se um paciente é candidato ao implante de lente intraocular;
  • Diagnosticar e rastrear diferentes condições relacionadas à córnea como ceratocone, degeneração marginal, pelúcida e astigmatismos irregulares, entre outros.

O ceratocone, por exemplo, não é tão conhecida quanto a miopia e o astigmatismo, mas é uma doença ocular comum.

Com o E300, seu consultório oftalmológico pode tratar essa e outras doenças em diversas fases de evolução, com a precisão que é necessária para um diagnóstico assertivo para a restauração da saúde ocular.

Lançamento e exclusivo no Brasil, o Medmont E300 foi integrado ao portfólio Optivision e reforça nosso compromisso de fornecer ao seu negócio os mais altos níveis de equipamentos e tecnologias. Entre em contato conosco e saiba mais sobre esse incrível equipamento .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog
Open chat