Como montar uma clínica de oftalmologia?

Voltar para Blog

Compartilhar

Categoria: Blog

Muitos profissionais de saúde buscam desenvolver seu trabalho em sua própria clínica, de acordo a área de sua formação. Se você concluiu sua residência em oftalmologia, por exemplo, e busca abrir o próprio consultório, é importante ter em mente que você também se tornará empreendedor.

Esse é um desafio que exige preparação, conhecimento e colaboradores em diversas áreas para atender às exigências do mercado atual. Por falar em mercado, saiba que ele é muito disputado, mas que também oferece boas oportunidades para aqueles que sabem aproveitar.

Se você ficou interessado no assunto, continue a leitura e confira nossas dicas!

Elabore um bom planejamento

Um projeto bem planejado assegura uma boa execução com controle das variáveis que podem surgir ao longo do caminho. Portanto, antes de dar início ao seu negócio, coloque todos os gastos iniciais necessários e elabore uma planilha de quanto será preciso disponibilizar. Isso é importante para ter controle do investimento, seus gastos e lucros.

Escolha bem o local

Escolher um local apropriado para sua clínica de oftalmologia é muito importante. Essa escolha deve levar em consideração um espaço que ofereça fácil acesso aos principais pontos da sua cidade, incluindo uma estrutura com estacionamento e que possibilite uma expansão em suas dependências. Assim, evita-se uma mudança de endereço no futuro.

Para começar, pense em um espaço funcional, com ambientes para recepção, sala de espera, salas para consultórios, salas de exames e sanitários. Se o local tiver outras dependências, considere criar uma sala para administração e um pequeno estoque, bem como uma copa — tudo isso tornará o ambiente mais dinâmico e organizado.

Verifique as exigências legais e sanitárias

Após definir o local da clínica, é necessário adequá-la de acordo com as exigências legais e sanitaristas. Alguns requisitos são fundamentais, como o Cadastro Estadual de Vigilância Sanitária, pois habilita a clínica a dar início às suas atividades.

É necessário também ser cadastrado no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), um registro obrigatório que todos os estabelecimentos de serviços relacionados à saúde devem apresentar. Para adquirir o CNES é preciso obter a Licença de Funcionamento.

A Licença de Funcionamento compete ao município e é privativo do órgão de saúde, responsável pela autorização do funcionamento das atividades de acordo com a legislação sanitária em vigor. Para conseguir a licença, é preciso apresentar um laudo técnico comprovando a análise do imóvel, no momento da entrada ao pedido.

Invista em publicidade e ofereça um serviço de qualidade

A propaganda é a alma do negócio, certo? Para que a sua clínica de oftalmologia se torne conhecida do seu público-alvo, investir em uma boa publicidade é fundamental. Atualmente, existem modelos de marketing com custos baixos, ideais para alavancar o sucesso de um negócio sem um grande investimento inicial.

Vale lembrar que a publicidade por si só não é suficiente. Um atendimento de qualidade precisa do antes, durante e após a consulta, contar com profissionais qualificados.

Trabalhar com equipamentos modernos e um software de gestão atualizado para agilizar os processos da clínica também são importantes. Além disso, boas condições de pagamento dos serviços contribuem para um melhor atendimento aos pacientes e, consequentemente, o sucesso da sua clínica.

Esperamos que essas dicas possam ajudar você a montar a clínica de oftalmologia. Lembre-se de que planejamento é fundamental, por isso, seja cauteloso para assegurar bons retornos.

Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog
Open chat