Vantagens do laser SLT no tratamento de glaucoma e nas receitas do seu consultório

Voltar para Blog

Compartilhar

Categoria: Blog

O glaucoma costuma ser causado ou agravado pela pressão intraocular e a trabeculoplastia seletiva a laser, ou SLT, é um dos principais – e mais rentáveis – tratamentos para essa condição ocular.

Em primeiro lugar, esse procedimento tem como objetivo reduzir a pressão dentro do olho a um nível seguro. Desse modo, é possível prevenir – ou pelo menos reduzir – o dano ao nervo.

Em segundo lugar, trata-se de uma das técnicas mais modernas, não invasivas e eficaz para o tratamento da doença que pode levar à perda irreversível da visão.

Confira neste artigo porque os lasers SLT são vantajosos para os seus pacientes e para a sua estratégia de aumentar a rentabilidade do seu consultório oftalmológico.

+ SAIBA QUAIS SÃO OS NOVOS TRATAMENTOS DE GLAUCOMA

Trabeculoplastia seletiva a laser (SLT)

A trabeculoplastia seletiva a laser (SLT) é usada em vários tipos de glaucoma de ângulo aberto, mas menos comumente usada no glaucoma de ângulo fechado após a iridotomia ter aberto o sistema de drenagem ou no glaucoma de mecanismo misto, onde as formas de ângulo aberto e fechado coexistem.

O laser não queima o tecido, mas vaporiza o pigmento que pode estar afetando as células do sistema de drenagem e melhora a drenagem do fluido do olho. Como não há queimaduras, essa técnica de laser pode ser repetida.

Embora esse procedimento não funcione em todos os pacientes, é frequentemente usado devido à sua relativa segurança e taxa de sucesso de aproximadamente 60-70% na redução da pressão ocular em 20%.

Para muitos pacientes, este é um procedimento ideal, pois pode reduzir o número de colírios ou até mesmo eliminar a necessidade desse medicamento, mas é importante lembrar que o procedimento a laser não é uma “cura”.

Por que você deve ter um laser SLT

Utilizar o SLT como primeiro tratamento pode evitar os efeitos colaterais dos medicamentos tópicos, incluindo quaisquer problemas de olho seco que podem ser agravados pelos conservantes nas gotas.

Dentre suas vantagens, o procedimento a laser para tratar o glaucoma é indolor e tem um risco muito baixo de complicações graves.

Além disso, não há necessidade de hospitalização ou qualquer alteração nas atividades diárias, e o olho é anestesiado com o mesmo colírio usado para medir a pressão ocular.

Tratamentos eficientes criam bons precedentes para consultórios oftalmológicos

Uma vez que o principal tratamento para o glaucoma consiste em reduzir a pressão intraocular, é preciso adotar os melhores procedimentos para um tratamento eficiente.

Em geral, o colírio costuma ser usado em um primeiro momento, conforme o tipo de glaucoma e do histórico do paciente.

Isso, no entanto, pode comprometer os resultados que seriam mais práticos, se obtidos a partir do SLT para essa doença degenerativa.

Se, por exemplo, algum paciente ficar sem o colírio por um dia ou mais, pode haver uma flutuação de pressão ocular e, portanto, não é saudável.

Ao mesmo tempo, o uso incorreto da frequência prescrita pode estressar os pacientes, que passam a se sentir culpados e preocupados com as consequências para os olhos.

Em contrapartida, o procedimento realizado com o laser pode mitigar esses riscos, favorecendo um tratamento eficaz, mais rápido e, consequentemente, criando um bom precedente para o consultório oftalmológico, assim como para o oftalmologista.

Outra vantagem é que o SLT reduz ou até mesmo anula o uso de colírios que, por sua vez, funcionam como um lembrete diário para o paciente de que ele tem uma doença ocular.

+ LASERS OFTALMOLÓGICOS RENOMADOS DA OPTOTEK MEDICAL E A FORTE PARCERIA COM O GRUPO LUMIBIRD

Aumente a receita do seu consultório

As vantagens advindas com o investimento em uma trabeculoplastia seletiva a laser é inquestionável em todas as esferas.

Em primeiro lugar, o SLT é financeiramente muito vantajoso para o oftalmologista e está mudando o cenário da terapia do glaucoma. Isso se dá principalmente porque o procedimento realizado a partir do laser é rápido e possibilita mais atendimentos.

Assim, cresce a rentabilidade do negócio, afinal, será possível atender um maior número de pacientes em um mesmo intervalo de tempo usado anteriormente para práticas menos dinâmicas. Essa característica está diretamente ligada ao retorno sobre o investimento.

Cada minuto conta

Cinco minutos adicionais em um procedimento pode soar inofensivo, mas ao final do mês o cumulativo desse tempo extra pode corresponder a uma ou mais consultas – que seriam realizadas com pacientes distintos, ou seja, novas fontes de renda.

Por isso, é importante equipar o seu negócio com equipamentos modernos, capazes de otimizar o seu tempo, sem comprometer a qualidade do atendimento, afinal, quanto mais rápido um negócio recupera o capital investido, mais rápido toda nova receita se torna lucro.

Os benefícios financeiros ficam ainda mais evidentes quando os pacientes não precisam repetir o SLT por cerca de três anos após o tratamento inicial. Por outro lado, como o laser perde seu efeito com o passar do tempo, os portadores de glaucoma ainda precisam de acompanhamento e, portanto, o oftalmologista pode mantê-los por um longo período.

Além disso, os pacientes apreciam – e divulgam – a eficácia desse procedimento não invasivo e indolor, bem como o dinheiro que economizam reduzindo ou eliminando sua dependência dos custos cumulativos em medicamentos para baixar a PIO.

Procedimentos a laser aumentam o fluxo de novos pacientes

Pacientes jovens estão cada vez mais ocupados e não gostam da ideia de usar remédios de forma recorrente.

Além disso, costumam estar mais preocupados com as vantagens e desvantagens das diferentes opções de tratamento para o glaucoma e, portanto, são mais propensos a encarar o procedimento a laser.

Assim, as rápidas intervenções se transformam em acompanhamentos pontuais, aumentando a rotatividade no consultório.

Em paralelo, esses pacientes tendem a recomendar um atendimento com mais facilidade e, geralmente, possuem maior alcance, atuando em parceria com o negócio na propagação da credibilidade do seu atendimento ao testemunhar sua experiência.

Por outro lado, pacientes mais velhos tendem a ser mais conservadores e, por vezes, menos confortáveis com a tecnologia.

Quando você diz a eles que precisam passar por um procedimento a laser, é comum que se equiparem com uma cirurgia invasiva. Assim também, estão mais acostumados a não ter a conveniência de não precisar de remédios recorrentes.

+ QUANDO REALIZAR UMA CIRURGIA DE CATARATA?

A desvantagem é que os pacientes mais velhos podem ter dificuldade em colocar colírio, além de associar o medicamento a outros – também recorrentes.

Nesse sentido, o procedimento a laser para tratar o glaucoma pode ser percebido como vantagem, desde que seja desmistificado.

Para isso, forneça mais informações sobre a natureza da SLT sempre que necessário, como o fato de que não há lâminas, injeções, agulhas ou salas de cirurgias.

+ FAÇA O SEU CONSULTÓRIO OFTALMOLÓGICO CRESCER COM O PORTFÓLIO EXCLUSIVO DA OPTIVISION

Investimento para os seus pacientes e para o seu negócio

Conforme mostrado acima, apenas vemos vantagens no uso da trabeculoplastia seletiva a laser no tratamento do glaucoma, tanto para a saúde de um paciente, quanto para a saúde financeira do seu empreendimento.

+ GLAUCOMA: COMO DIAGNOSTICAR? SAIBA TUDO SOBRE O TONÔMETRO DE APLANAÇÃO

Antes de mais nada, é importante conhecer os principais equipamentos disponíveis no mercado oftálmico, como o SLT M da Optotek, por exemplo, ou o SLT Nano, também da Optotek. A empresa é especialista em desenvolvimento de soluções e tecnologias óticas e lasers inovadores para aplicações na medicina a nível global.

No Brasil, esses equipamentos são fornecidos com exclusividade pela Optivision, que reúne em seu portfólio outras tecnologias para atender todo o mercado oftalmológico.

Entre em contato conosco, conheça nosso portfólio e solicite uma cotação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog
Open chat