Saiba quais são os novos tratamentos de glaucoma

Voltar para Blog

Compartilhar

Categoria: Blog

O glaucoma é uma doença que afeta o nervo óptico, isto é, a parte dos olhos que transmite imagens da retina para o cérebro.

Normalmente associada a alta pressão dentro do olho (pressão intra-ocular), essa condição silenciosa saltou no Brasil de 900 mil casos em 2010 para 2,5 milhões em 2019.

​​​​​Considerada a doença ocular que mais causa cegueira irreversível em todo o mundo, tanto o diagnóstico quanto o tratamento precoce são fundamentais, portanto, é necessário ficar atento aos novos e eficazes métodos existentes.

Fique por dentro dos novos tratamentos de glaucoma.

Estimular o diagnóstico precoce é fundamental

Uma pesquisa do Ibope mostrou que 34% da população nunca foi a um oftalmologista.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 1 milhão e meio de pessoas apresentam cegueira, 50 milhões sofrem algum tipo de distúrbio de visão e 80% de todas as causas de deficiência visual podem ser prevenidos ou curáveis.

Em meio a esse cenário, atrelado a uma doença com poucos ou praticamente nenhum sintoma, mostrar a importância de consultas periódicas e até mesmo um diagnóstico precoce pode ser considerado até mesmo uma das formas de tratar o glaucoma.

Tipos de tratamentos existentes para o glaucoma

Existe uma ampla gama de opções de tratamento de glaucoma disponíveis, desde medicamentos, como o uso de colírios, por exemplo, mas também cirurgias, até mesmo aquelas mais sofisticadas e minimamente invasivas, como a terapia a laser.

Medicamentos

Inicialmente, o tratamento é clínico e baseado em colírios antiglaucomatosos. Existem medicamentos por via oral, mas estes só são recomendados em casos emergenciais.

Tratamento a laser

Procedimentos oftalmológicos a base de um laser vem ganhando força nos últimos anos, com destaque para as técnicas de Iridotomia (glaucoma de ângulo fechado) e trabeculoplastia (glaucoma de ângulo aberto).

Uma adição relativamente nova às nossas opções de tratamento, em alguns casos, essa abordagem pode se tornar a primeira opção no tratamento do glaucoma devido ao seu excelente perfil benefício-risco, especialmente em pacientes que têm dificuldade com o colírio.

SLT (Trabeculoplastia Seletiva a Laser)

Esse procedimento a laser estimula os mecanismos naturais de defesa e cura do corpo para gerenciar e reduzir a pressão intraocular associada à glaucoma. Inovador, o Opto SLT M e Opto SLT NANO é o padrão de atendimento no tratamento primário da doença.

Cirurgia antiglaucomatosa

O paciente diagnosticado com glaucoma também pode ser submetido a uma cirurgia conhecida tecnicamente por trabeculectomia, que está mais moderna e segura.

Cirurgia de glaucoma minimamente invasiva (MIGS)

Com o desenvolvimento de tecnologias micro-bypass trabecular, essa técnica reduz a pressão intraocular, aprimorando o próprio sistema interno de drenagem de humor aquoso do olho. Além de poderem ser realizadas como procedimentos autônomos, algumas MIGS são operadas juntamente com a cirurgia de catarata.

Se tratando de uma doença incurável, a forma mais efetiva de tratar é rastreando para proporcionar uma melhor qualidade de vida ao paciente e, consequentemente, reduzir o risco de cegueira.

Entre em contato conosco e saiba mais sobre equipamentos Opto SLT M e Opto SLT NANO para tratamento de glaucoma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog
Open chat